Just another WordPress.com site

Como ajudar crianças com distúrbios de aprendizagem


Steven tem dificuldade de ler. Só de saber que vai fazer uma leitura em voz alta na sala de aula, ele acaba tendo dor de barriga.
Apesar dos incentivos de sua professora, Maria não consegue escrever legivelmente. Ela leva horas para fazer o dever de casa.
Noah precisa ler várias vezes a mesma matéria, mas acaba esquecendo o que estudou. As notas são um grande problema para ele.
STEVEN, Maria e Noah têm distúrbios de aprendizagem, e o mais comum deles envolve 
dificuldade na leitura. A pessoa que tem dislexia, por exemplo, costuma confundir letras parecidas. Outros transtornos de aprendizagem são a disgrafia (distúrbio que afeta a escrita) e a discalculia (dificuldade com cálculos). No entanto,
a maioria das pessoas com esses problemas tem inteligência mediana ou acima da média.

Alguns dos sintomas de distúrbios de aprendizagem são: atraso no desenvolvimento da fala, dificuldades com rimas, hábito de errar a pronúncia das palavras, demora em deixar de falar como bebê, dificuldade em aprender letras e números, incapacidade de pronunciar letras em palavras simples, confusão envolvendo palavras que soam parecidas e dificuldade em seguir instruções.

Ajude seu filho
 
O que você pode fazer se seu filho parece ter um distúrbio de aprendizagem? Primeiro, verifique se a causa não é um problema de visão ou audição. Daí, obtenha uma avaliação médica. Se ele tiver um distúrbio de aprendizagem, vai precisar de seu apoio emocional. Lembre-se de que distúrbio de aprendizagem nada tem a ver com inteligência.
Use todos os programas de acompanhamento que a escola de seu filho oferece para esse tipo de problema. Peça a colaboração dos professores. Talvez eles permitam que seu filho se sente na frente na sala de aula e tenha mais tempo para terminar suas lições. Os professores podem dar instruções escritas e orais, e deixar seu filho fazer as provas oralmente. Visto que crianças com distúrbios de aprendizagem costumam ser esquecidiças e desorganizadas, elas podem ter dois jogos de livros, um para usar na escola e outro em casa. Um computador com corretor ortográfico pode ficar à disposição delas durante a aula ou para fazer o dever de casa.
Faça diariamente sessões curtas de leitura com ele. Primeiro, leia em voz alta enquanto ele acompanha. A seguir, façam juntos a leitura em voz alta do mesmo trecho. Daí, peça que ele leia usando uma régua sob a linha que está sendo lida e um marcador de texto para destacar palavras difíceis. Essa sessão de exercícios oferece a você a oportunidade de comentar e corrigir o desempenho dele. Isso talvez leve apenas 15 minutos por dia.
Noções de matemática podem ser ensinadas de maneiras práticas. Por exemplo, fazendo compras, usando as medidas de uma receita culinária ou manuseando uma trena. Papel quadriculado e recursos visuais talvez sejam de ajuda para resolver cálculos. Para dificuldades com a escrita, use folhas com linhas bem espaçadas e lápis grossos. Para soletrar, use letras imantadas numa superfície metálica.
Existem também estratégias úteis para lidar com o DHDA. Faça contato visual antes de conversar com a criança que tem déficit de atenção. Certifique-se de que o ambiente esteja calmo enquanto ela faz o dever de casa e permita intervalos freqüentes. Canalize a hiperatividade dela dando-lhe tarefas que exijam esforço físico, como levar o cachorro para passear.

É possível ter bons resultados
Trabalhe nos pontos positivos de seu filho, incentivando-o a desenvolver alguma habilidade ou talento que ele talvez tenha. Qualquer sinal de progresso, por menor que seja, deve ser elogiado e recompensado. Parcele tarefas grandes em tarefas menores e mais fáceis, a fim de que ele sinta o prazer da realização. Use figuras e fotos dos passos que ele deve dar para completar a tarefa.
Em resumo, saber ler, escrever e fazer cálculos é importante para um jovem. Tenha certeza de que com a ajuda e motivação adequadas, seu filho pode aprender — só que de um jeito diferente e um pouco mais lento do que as outras crianças.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s