Just another WordPress.com site

Cinco sugestões para conseguir um emprego


QUEM é que consegue o melhor emprego? Será que é sempre a pessoa que tem as melhores qualificações? “Não”, diz Brian, consultor numa agência de empregos. “Geralmente quem consegue o emprego é aquele que se prepara bem para procurá-lo.” Como se pode fazer isso? Vejamos cinco sugestões.

1º Seja organizado

É fácil ficar desanimado se você perdeu um bom emprego ou já faz algum tempo que está desempregado. “De início, quando perdi o emprego, achei que logo conseguiria outro”, diz Katharina, uma costureira na Alemanha. “Entrei em depressão ao ver que os meses se arrastavam e eu não conseguia arranjar emprego. Por fim, achava difícil até mesmo conversar com meus amigos sobre o assunto.”
Como você pode combater o desespero? “É vital programar seu próprio ‘dia de trabalho’, para começar o dia sabendo o que vai fazer”, sugere o livro Get a Job in 30 Days or Less (Consiga um Emprego em 30 Dias ou Menos). Os autores recomendam que você “fixe alvos diários e anote o que tem feito”. Além disso, eles dizem que “é bom começar cada dia se vestindo como se você fosse trabalhar”. Por quê? “Vestir-se de modo apropriado lhe dará mais confiança mesmo quando estiver falando ao telefone.”
Faça da procura de emprego o seu trabalho, não importa quanto tempo leve fazendo isso. Katharina, mencionada antes, adotou essa atitude profissional. Ela diz: “Consegui com uma agência de empregos os endereços e os números de telefone de alguns empregadores. Respondi a anúncios nos jornais. Examinei a lista telefônica e fiz uma relação das empresas que poderiam ter vagas que ainda não tinham sido anunciadas, e então as contatei. Também preparei um currículo e o enviei a essas empresas.” Depois dessa procura sistemática, Katharina conseguiu um emprego que preenchia suas necessidades.

2º Informe-se sobre empregos não anunciados


É mais provável que o pescador que possui a rede maior pegue mais peixes. Da mesma forma, terá mais chances de conseguir um emprego se souber como aumentar sua “rede”. Se você está procurando emprego apenas por meio de anúncios nos jornais ou na internet, sua rede pode estar deixando escapar a maioria das oportunidades de emprego disponíveis. Uma boa quantidade de vagas nunca é anunciada. Como você pode se informar sobre empregos não anunciados?
Além de responder a anúncios, você deve, assim como Katharina, reservar tempo cada semana para entrar em contato com empresas que talvez tenham serviços que você possa fazer. Não espere que elas anunciem empregos. Se um gerente disser que não tem nenhum trabalho para você, pergunte a ele se sabe onde mais poderia procurar e com quem deve falar especificamente. Se ele lhe der uma sugestão, marque uma entrevista com aquela empresa, e mencione o nome da pessoa que o indicou.
Foi assim que Tony, mencionado no artigo anterior, conseguiu um emprego. Ele explica: “Tomei a iniciativa de contatar algumas empresas, embora não tivessem anunciado nada. Fui informado numa delas que não havia vagas na ocasião, mas que eu deveria tentar de novo dentro de três meses. Fiz isso e consegui um emprego.”
Primrose, uma mãe na África do Sul que cria os filhos sozinha, fez algo parecido. Ela diz: “Quando fazia um curso de primeiros-socorros, notei que estavam construindo um prédio do outro lado da estrada, e fiquei sabendo que ali seria uma casa de repouso para idosos. Tentei várias vezes marcar uma entrevista com o responsável pelo estabelecimento. Por fim, ele me disse que naquele momento não havia vagas disponíveis. Mas voltei várias vezes para ver se poderia trabalhar ali, mesmo como voluntária. Finalmente consegui um emprego temporário. Eu me esforçava em fazer qualquer tarefa que me davam. Com isso adquiri mais qualificações e consegui um emprego permanente ali.”
Você também pode pedir a amigos, familiares e conhecidos que o informem sobre empregos que não foram anunciados. Foi assim que Jacobus, que trabalha com segurança ocupacional na África do Sul, conseguiu um emprego. Ele diz: “Quando a empresa para a qual eu trabalhava fechou, informei a amigos e familiares que eu estava procurando emprego. Certo dia um amigo ouviu por acaso uma conversa quando estava na fila do supermercado. Uma mulher perguntou à outra se ela conhecia alguém que estava procurando emprego. Meu amigo as interrompeu e falou sobre mim. Foi marcada uma entrevista e consegui o emprego.”

3º Seja adaptável

Para aumentar suas chances de conseguir emprego, é preciso ser adaptável. Jaime, mencionado no artigo anterior, observa: “É improvável que você consiga um emprego que tenha tudo o que espera. É preciso aprender a se contentar com um emprego que não é exatamente o que você queria.”
Ser adaptável pode significar vencer o preconceito contra certos tipos de trabalho. Veja o caso de Ericka, que mora no México. Como secretária executiva, de início ela não conseguiu encontrar o tipo de trabalho que preferia. Ela diz: “Aprendi a aceitar qualquer trabalho apropriado. Trabalhei por um tempo como vendedora numa loja; também vendi tacos (típica comida mexicana) nas ruas e limpei casas. Por fim, consegui um emprego no meu ramo.”
Quando Mary, mencionada no artigo anterior, perdeu seu emprego como escriturária, viu também a necessidade de ser adaptável. Ela explica: “Eu não me importava de achar um trabalho diferente do que tinha antes. Não desperdiçava nenhuma oportunidade, mesmo que fosse um trabalho que alguns consideram humilde. O resultado foi que consegui um emprego para sustentar meus dois filhos.”


4º Elabore um bom currículo

Para os que se candidatam a cargos executivo


reparar e distribuir um currículo profissional é imprescindível. Mas não importa que emprego você procure, um currículo bem preparado pode ser de grande ajuda. “Por meio de um currículo os empregadores ficam sabendo não apenas quem você é, mas também em que tem trabalhado e por que deveriam contratá-lo”, diz Nigel, que trabalha numa agência de empregos na Austrália.
Como preparar um currículo? Coloque seu nome completo, endereço, número de telefone e e-mail. Diga qual é seu objetivo. Inclua sua escolaridade, e quaisquer treinamentos e habilidades que se relacionam com o trabalho que está procurando. Forneça detalhes sobre sua experiência profissional. Inclua não apenas o que fez, mas também as metas que conseguiu alcançar e os benefícios que isso trouxe para quem você trabalhou antes. Mencione também aspectos do serviço anterior que o qualificam para o emprego que está procurando. Inclua informações pessoais que descrevam suas qualidades, interesses e hobbies. Visto que as empresas têm necessidades diferentes, talvez tenha de ajustar seu currículo para cada caso.
Será que você deve elaborar um currículo se estiver se candidatando para o primeiro emprego? Com certeza! Talvez haja muitas coisas que você faz que podem ser consideradas como experiência profissional. Por exemplo, gosta de fazer coisas como trabalhar com madeira ou talvez consertar carros? Essas podem ser alistadas. Já participou em algum trabalho voluntário? Mencione qual, e descreva os alvos que alcançou. — Veja o quadro “Modelo de currículo para os que não têm experiência profissional”.
Quando não conseguir uma entrevista com um empregador, deixe um pequeno cartão — de preferência um que tenha 10 centímetros por 15 centímetros — contendo seu nome, endereço, número de telefone e e-mail, bem como um resumo de suas habilidades e realizações. Se for apropriado, você pode até mesmo colar uma foto sua no verso do cartão. Distribua esse cartão a todos os que talvez possam ajudá-lo a conseguir emprego, e peça-lhes que o entreguem a qualquer pessoa que esteja oferecendo o tipo de trabalho que você procura. Ao ver o cartão, pode ser que um empregador lhe dê a oportunidade de ter uma entrevista — que talvez resulte num emprego.
Elaborar um currículo o ajudará a se sentir mais seguro ao procurar emprego. Nigel, mencionado antes, diz: “Preparar um currículo o ajuda a organizar suas idéias e objetivos. Também aumenta sua confiança, ajudando-o a se preparar para perguntas que talvez lhe sejam feitas durante uma entrevista de emprego.”

5º Prepare-se bem para as entrevistas

O que está envolvido em se preparar para uma entrevista? Talvez queira fazer uma pesquisa sobre a empresa na qual você espera trabalhar. Quanto mais souber sobre a empresa, melhor será a impressão que causará durante a entrevista. Sua pesquisa também o ajudará a descobrir se a empresa tem o tipo de trabalho que você quer ou se é nela que deseja trabalhar.
Depois disso, pense na roupa que usará durante a entrevista. Se o emprego que você procura envolve serviço manual, use roupa limpa e asseada. Vestir e se arrumar de maneira apropriada mostra ao empregador que você tem auto-estima e, sendo assim, é mais provável que se orgulhe de seu trabalho. Se espera trabalhar num escritório, escolha roupa modesta que, onde você mora, seja considerada apropriada para esse tipo de trabalho. Nigel diz: “Escolha com bastante antecedência a roupa que vai usar na entrevista, para não ter de fazer isso às pressas e ficar desnecessariamente tenso.”
Nigel também recomenda chegar cerca de 15 minutos antes da entrevista. É claro que não é bom chegar cedo demais. Chegar atrasado, porém, pode resultar em fracasso. Os especialistas dizem que os três primeiros segundos da entrevista são essenciais. Durante esse breve período, o entrevistador faz uma avaliação de sua aparência e de sua maneira de agir que influencia muito a opinião dele a seu respeito. Se você chegar atrasado, vai causar uma impressão bastante negativa. Lembre-se, a primeira impressão é a que fica.
Outra coisa a lembrar é que o entrevistador não é seu inimigo. Afinal de contas, ele provavelmente também teve de se candidatar ao emprego dele, de modo que sabe como você se sente. Na realidade, ele pode estar nervoso, visto que talvez tenha recebido pouco ou nenhum treinamento sobre como fazer uma entrevista. Além disso, se é o empregador quem faz a entrevista, ele talvez tenha muito a perder se escolher a pessoa errada para o emprego.
Para começar bem, sorria e cumprimente o entrevistador com um forte aperto de mão, se esse for o costume. Durante a entrevista, concentre-se no que ele precisa em termos de aptidões e no que você tem para oferecer. Com respeito a coisas a evitar, Nigel diz: “Não fique irrequieto ou com uma postura relaxada — a postura correta transmite confiança. Não seja muito informal nem fale demais, e não use de forma alguma linguagem vulgar. Também, não fale de seus anteriores empregadores e colegas de trabalho de forma negativa; se fizer isso, o entrevistador provavelmente achará que você vai ter uma atitude negativa com relação a esse emprego.”
Com respeito a coisas que se devem fazer ou dizer durante a entrevista, os especialistas recomendam o seguinte: mantenha contato visual com o entrevistador, faça gestos naturais e fale com clareza. Ao responder perguntas, seja breve e franco, e faça perguntas relevantes sobre a empresa e o prospectivo emprego. Se no fim da entrevista você ainda quiser o emprego, deixe isso claro. Agindo assim, mostrará que está realmente interessado.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s